Posts

penis-pump-penis-font-b-enlargement-b-font-font-b-device-b-font-Help-Man-Erection

Sobre a bomba peniana

O que é e para que serve?

A bomba peniana é basicamente um tubo de plástico com um anel que é encaixado em torno da base do pênis e uma bomba manual (ou motor) que se conecta com este tubo.

Quando o pênis é inserido no tubo, o aparelho utiliza o vácuo para o aumento do mesmo. O controle da entrada/saída do ar e com esse movimento, o órgão vai crescendo e dilatando. Recomenda-se que essa prática deve ser feita diariamente com o tempo máximo de 15 minutos para obter os resultados esperados.

Algumas considerações:

  • Sim. Funciona. Com o uso correto da bomba peniana, o aumento do pênis pode ser de até 25% de 3 a 6 meses. Se o caso é de disfunção erétil, não há a cura, mas o aparelho ajuda a criar uma ereção “firme” para poder ter relações sexuais.
  • Se você passar o tempo limite do exercício, o aparelho pode ser prejudicial, pois força muito o membro. Não é recomendado se masturbar ou ter relações sexuais no mesmo dia em que for utilizada a bomba. Todo cuidado é pouco.
  • Tem efeitos colaterais? Sim. É possível que apareçam marcas na área (hematomas) sobre o eixo do pênis, mas some em poucos dias e costuma ser indolor. Outro efeito é a diminuição da força da ejaculação. Não é perigoso, pois não interfere no prazer e nem no orgasmo.
  • Atenção! Existe diferença entre as marcas, então pesquise antes de comprar. A qualidade do produto e maneira de utilização podem variar. Opte sempre pelo produto de melhor qualidade, mesmo que seja mais caro.

 

casal-cama-dormir-sono-briga-1374532425543_1024x768

3 sinais que sua vida sexual está ruim

Nem sempre é facil manter a tal “chama” acesa nos relacionamentos, principalmente quando o casal está junto há algum tempo. Por isso, é importante saber reconhecer os sinais de que o outro não sente mais tanto desejo por você e vice-versa.

Nós fizemos uma lista de sinais que podem indicar que algo está muito errado para que depois você decida se tem jeito ou se é melhor partir para a próxima. Na maioria dos casos, vale a pena tentar e insistir! Sem tesão, não há solução.

1. As preliminares são muito curtas ou inexistentes

Toda aquela parte dos beijos quentes, das brincadeiras com o corpo do outro, do aquecimento, do toque e massagens, passa a ser muito rápida ou não existem. Já não há mais tanto desejo de explorar o corpo e as vontade do outro (ou dos dois), de descobrir novas sensações, de dar mais prazer. O sexo passa a ter um roteiro e vocês vão sempre direto para os “finalmentes” – assim, tudo acaba muito mais rápido.

Dica: Converse com seu parceiro (ou parceira) sobre o que eles gostam, quais são suas fantasias e explore algo que vá de encontro com o interesse dois dois. Se vocês não são muito fãs de preliminares, busquem algo que os deixe animados para os “finalmentes”.

 

2. Falar sobre sexo é um tabu

Um casal que não conversa sobre sexo não tem como ter uma vida sexual saudável e intensa. Se você não pode falar sobre isso abertamente com a pessoa que você escolheu, pode esperar que essa área da vida de vocês se transforme num fracasso. Quanto mais vocês conversam sobre sexo, melhor a qualidade dele.

Dica: Entenda que se ele/ela está com você e mantém relações, é porque existe uma intimidade entre vocês. Se abra sem medo, fale o que gosta, o que te dá prazer e o que você gostaria de tentar.

3. Só de pensar em fazer sexo, você já fica cansado ou com preguiça

Quando surge a ideia ou aparece o clima para o sexo, bate a preguiça, a dor de cabeça, as costas doloridas, e você acha que só consegue ir para a cama se for pra entrar debaixo dos lençóis e dormir profundamente.

Dica: Sexo é a uma das melhores demonstrações do amor que você sente. É pra ser algo prazeroso para os dois. Um casal que não transa, é sinal de perigo ou de repensar suas prioridades.

 

Se você se identificou com um ou mais desses sinais, o botão de alerta vermelho está ligado. Fiquem atentos!